RadioCulturaViva.Com
                                   MÚSICAS E INFORMAÇÕES 24 HORAS POR DIA                                                                                       

O PODER DE AQUALTUNE

05 NOV 2016
05 de Novembro de 2016

Imagem ilustrativa


Princesa e guerreira africana, era filha do rei do Congo. Num período onde há controvérsias na data, Aqualtune teve seu destino selado quando, em uma sangrenta batalha em que comandou cerca de dez mil homens, seu exército foi derrotado, seu pai morto e ela, junto com outras várias pessoas do reino, foi jogada em um navio negreiro para ser vendida no Brasil. Seria vendida como escrava reprodutora, foi estuprada várias vezes na viagem e quando desembarcou no Recife, foi levada para a região de Porto Calvo, sul de Pernambuco ( hoje Alagoas). 

Não demorou muito e assim que se habituou ao local, organizou uma fuga, junto com outros escravizados, para a região onde se firmou o Quilombo dos Palmares. Teve três filhos: Ganga Zumba (Que foi chefe geral do Quilombo), Ganga Zona e a filha mais velha: Sabina, a mãe de Zumbi. Portanto, Aqualtune era avó do mais famoso líder quilombola que se tem notícia.

Não há precisão sobre a morte dela. Três histórias são contadas:

1 - Ela, já debilitada, morreu queimada em uma invasão dos opressores. 

2 - Ela morreu de velhice (morte natural).

3 - No último ataque, ela fugiu de Palmares com a ajuda de outros quilombolas e viveu escondida até sua morte.

Voltar