RadioCulturaViva.Com
                                   MÚSICAS E INFORMAÇÕES 24 HORAS POR DIA                                                                                       

A MENINA REBELDE

25 FEV 2016
25 de Fevereiro de 2016
Em 1979, pequena Rachel Clemens Coelho, de apenas 4 anos, negou-se a apertar a mão do então presidente João Baptista Figueiredo, último presidente do regime militar no Brasil. A ocasião comemorava o primeiro carro a álcool fabricado no país, e, quando o presidente passou pela garota, foi cumprimentá-la e recebeu a recusa como resposta. Apenas um fotógrafo registrou o ato: Guinaldo Nicolaevsky, repórter-fotográfico de O GLOBO. Apesar das tentativas da repressão em deter a publicação da foto, ela espalhou-se pela nação e até por outros países. Inclusive, Guinaldo teve uma trajetória bem complicada, com prisões e interrogatórios, resultado de trabalhos a foto que tirou da menina rebelde.

Hove quem achasse que ela teria sido estimulada a fazer aquele gesto. No entanto, em junho deste ano (2011), em entrevista à Globonews, ela afirmou que queria falar ao presidente, que seu pai (um funcionário da Dnit) almoçaria com ele. Como não conseguiu dar o recado, agiu daquela forma. No entanto, ela afirmou que, alguns anos mais tarde, ao compreender que aquele momento foi visto como um dos símbolos do combate à ditadura, inclusive representando a dor de crianças que perderam seus pais para o regime, ela ficou muito feliz.

O fotógrafo Guinaldo Nicolaevsky, encantou-se no dia 27 de maio de 2008.




Clique e compartilhe o link na sua rede:  A Menina Rebelde

Voltar